Coronavírus: FCDL e CDL sugerem medidas protetivas para ajudar ao comércio

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), que esteve reunida na última segunda-feira, 30, como o governador Belivaldo Chagas, acompanhada da FCDL/Sergipe, Sebrae, Fecomércio, Acese, ABIH e Federação da Agricultura, expôs suas esperanças em relação a tomada de medidas protetivas para salvaguardar o setor produtivo sergipano, sobretudo em relação a flexibilização do funcionamento do comércio, diante do avanço do Coronavírus em todo o mundo.

Foto -

Representada pelo diretor da FCDL, Gilson Figueiredo, a CDL crê na adoção dessas medidas, destacando a abertura de linha de crédito especial para o comércio por parte do Banese, prorrogações para pagamentos de impostos, certidões, alvarás, não ajuizamento de ações e execuções fiscais contra os setores produtivos, além da introdução de um membro da classe empresarial no gabinete de crise gestado pelo governo, fato já deliberado.

Brenno Barreto, que preside a CDL/Aracaju destaca que outras reuniões acontecerão ainda com o governo do Estado e Prefeitura de Aracaju para avaliar a volta do funcionamento do comércio, observadas as orientações dos órgãos federais e estaduais de saúde, de modo a preservação da vida das pessoas, das empresas e dos empregos, com responsabilidade social.