Consultas presenciais ao SPC caem 70% e vendas no comércio também

O apelo feito pela CDL/Aracaju para que a população se utilize do site e pelo aplicativo ‘SPC Consumidor’ para fazer suas consultas “online” e não presencial, começa a surtir efeitos no balcão da entidade, na rua Santa Luzia, bairro São José.

Foto -

Com uma média de atendimento presencial de 200 pessoas ao dia, este número, quarta-feira, 18, caiu para 93 atendimentos, sendo que, quinta, 19, até o fechamento do horário, às 14h, foram registradas apenas 53 consultas com a presença de pessoas.

Comércio – De acordo com o gerente do SPC, Gileno Batista, isso na prática significa dizer que o percentual atingiu mais de 70% de queda nas consultas presenciais, bem como nas consultas feitas online pelos lojistas.

“Em média, as consultas dos lojistas ficam entre uma mil ou 1.200 por dia e esse número teve queda nesta quinta para pouco mais de 580”, explica ele, afirmando que esse indicador pode significar não somente a queda nas vendas do comércio, “como também a diminuição da circulação de pessoas nos ambientes comerciais”.

A Câmara de Dirigentes Lojistas, segundo o presidente Brenno Barreto, também adotou medidas no atendimento quanto à presença reduzida de pessoas no balcão, no uso de sanitários, de proteção aos funcionários e álcool gel disponível para os usuários de consultas ao SPC.

A CDL vai restringir mais ainda a presença de pessoas ou anular completamente o atendimento presencial, medida já em estudo pela diretoria da entidade.