Ferramentas do SPC ajudam encontrar “desaparecidos” e unir famílias

Usando do seu banco de dados nacional – SPC Encontra e SPC Busca – o Serviço de Proteção ao Crédito, sob jurisdição da FCDL/SE e CDL/Aracaju, continuam intensamente ajudando a várias famílias sergipanas a encontrar parentes e ou pessoas consideradas “desaparecidas”.

Foto -

Por meio de uma parceria e a convite da TV Sergipe, filiada da Rede Globo, o SPC sergipano participa do programa exibido uma vez por mês às terças-feiras, no Sergipe Notícias 1ª Edição, onde os cidadãos buscam por familiares nunca mais vistos no convívio social.

O banco de dados, segundo o presidente da FCDL/Se, Edivaldo Cunha, está encontrando pessoas através da digitação do CPF e ou nome completo dos desaparecidos, forma pela qual o ‘SPC Busca e SPC Encontra’ informam onde as pessoas podem estar ao fazer uma consulta em qualquer lugar do país.

Nesta terça-feira, 16, por exemplo, a dona de casa Nazaré dos Santos Silva, do povoado Jatobá, na Barra dos Coqueiros (SE), procurava por seu filho fazia anos. Com o banco de dados no local do “ao vivo” da TV Sergipe – Mercado Municipal – buscou-se pelo CPF do cidadão, sendo que o mesmo efetuou várias compras em uma cidade de Blumenau (SC), devendo ser localizado posteriormente.

Edmilson Andrade, que é o secretário Executivo da FCDL e esteve no mercado com o gerente do SPC/Sergipe, Gileno Batista, destacou que as ferramentas são de importância para os lojistas sergipanos e associados das entidades, “porém neste caso também exerce um papel social relevante, já que nosso banco de dados pode localizar uma pessoa em qualquer estado da federação ao fazer uma compra e informar seu CPF. Esperamos contribuir com este quadro às famílias que procuram seus entes queridos”, reforça ele.

A FCDL informou ainda que as 17 CDLs sergipanas participam deste esforço coletivo na busca de desaparecidos, onde seus bancos de dados interligados nacionalmente serão utilizados para este fim.