Lojistas apostam no Dia das Mães para recuperar perdas

Foto -
 Assim como no Natal, os lojistas estão apostando na segunda melhor data de vendas – Dias das Mães – para recuperar as perdas obtidas nos últimos três meses e fazer bons negócios no inicio de maio. A data, comemorada mundialmente no segundo domingo de maio, este ano será 14.

Para a FCDL, setores como vendas de roupas e sapatos devem ser bem aquecidos, porem os móveis, eletrodomésticos e eletrônicos tem caído no gosto popular e se apresentam como alternativas das lembranças ofertadas por seus filhos às mães.

“É a nossa segunda melhor data, por isso o comércio sergipano aposta nas vendas, na recuperação das perdas e um melhor posicionamento do varejo daqui pra frente”, resume Edivaldo Cunha, que preside a FCDL/SE.

Outros segmentos, segundo Brenno Barreto, que preside a CDL/Aracaju, deverão também estar em alta nas escolhas dos presentes como as floriculturas, bares, restaurantes, hotéis, produtos de informática, celulares, relojoarias, joalherias, dentre outros.

Os lojistas apostam num crescimento tímido em relação ao mesmo período do ano passado, mas cravam que as vendas devem aumentar em até 5%, “o que será extremamente gratificante para recuperarmos as perdas e fomentar as vendas daqui por diante”, diz Edivaldo Cunha.